Mesmo a TI sendo uma área em constante crescimento e evolução, os gestores podem ter dificuldades de inovar. Afinal, manter as soluções utilizadas atualmente é mais confortável. No entanto, essa atitude já deixou de ser recomendada há muito tempo. É preciso atentar às tendências mundiais, entre elas, a cloud computing.

Você já deve conhecer esse conceito, que prevê a movimentação de sistemas, aplicações e seus dados para a nuvem, bem como o gerenciamento deste infraestrutura. Porém, há outras informações importantes e que devem ser consideradas para a escolha e implantação dessa solução.

Por isso, neste post apresentaremos os benefícios dessa abordagem para as empresas, sua importância e quais impactos podem ser verificados nas organizações. Então, que tal ter um panorama mais completo sobre o assunto?

O conceito de cloud computing

A ideia remota de computação em nuvem existiu antes da introdução da internet para uso amplo. A partir da década de 1990, com o surgimento da World Wide Web, esse conceito ficou mais claro. No final desse período, a computação em nuvem começou a ser implementada e vem aumentando desde então.

Porém, é um erro acreditar que a tecnologia cloud se restringe ao armazenamento de dados. Na verdade, é uma ferramenta para aperfeiçoar e finalizar projetos específicos. Afinal, os dados são salvos na nuvem e, depois disso, podem ser transformados em materiais relevantes e estratégicos, que serão enviados de volta a você. Um exemplo claro dessa relação é o SaaS.

Por isso, segundo dados divulgados pelo Computer World, os serviços baseados na nuvem cresceram 51,7% somente no Brasil. Outra pesquisa, apresentada pela Exame, indica que 94% dos executivos entrevistados pretendem usar esse tipo de solução até 2020. Um dos principais motivos é a eficiência operacional.

A importância dessa solução para as empresas

Um dos principais pontos relevantes é a contribuição para o gerenciamento do negócio, que permite às empresas se prepararem para a transformação digital. Afinal, com a computação em nuvem, é possível compartilhar arquivos, gerir equipes externas, administrar os documentos eletronicamente e mais.

O resultado é maior fluidez nos workflows, o que garante rapidez e competitividade. Os dados também permanecem acessíveis e atualizados. Por isso, há flexibilidade e dinamismo nos processos realizados na organização, com a consequente priorização da gestão data driven.

Essa tecnologia ainda possibilita a redução de investimentos em infraestrutura e assegura escalabilidade. Além disso, o acesso centralizado facilita a tomada de decisão estratégica.

Os 5 principais benefícios da computação em nuvem

Algumas vantagens do uso dessa tecnologia estão listadas, a seguir.

1. Redução de custos

Sua empresa deixa de manter um data center interno e, com isso, deixa de se preocupar com o gerenciamento e a manutenção dos sistemas. Os recursos utilizados estão na nuvem e, por isso, há redução de custos operacionais derivados de:

  • atualização de sistemas, hardwares e softwares, que geralmente estão incluídos em contrato;
  • folha de pagamento de especialistas;
  • queda no consumo de energia;
  • diminuição dos atrasos.

Na prática, você deixa de adquirir servidores, softwares e hardwares individuais, que implicam custos elevados e ainda tendem a ficar obsoletos rapidamente. A escalabilidade é outro ponto importante, já que, assim, você seleciona apenas as funcionalidades de que precisará e paga os respectivos valores.

Mais do que isso, estudos já apontam que há redução de gastos no desenvolvimento de aplicativos. Segundo dados divulgados pelo site L’Atelier BNP Paribas, 80% das empresas analisadas usam a computação em nuvem com esse propósito e obtiveram até 30% menos custos na empreitada.

2. Otimização da equipe de TI

A atuação estratégica é derivada da automação de tarefas secundárias, como manutenção, análise e backup. A comunicação entre as equipes também é aprimorada com todos os stakeholders, que podem acessar o mesmo arquivo a qualquer momento. Como consequência, há uma flexibilidade das práticas de trabalho.

3. Aumento da segurança dos dados

A perda de dados sensíveis pode gerar prejuízos enormes para uma organização. Pela computação em nuvem, é possível garantir o compliance e seguir diretrizes importantes, como o Payment Card Industry Data Security Standard (PCI DSS), padrão utilizado para empresas que realizam transações por meio de cartões de crédito.

4. Escalabilidade

A computação em nuvem tem como benefício a capacidade de expandir ou diminuir os recursos conforme a necessidade da empresa. Essa característica gera a capacidade de expansão dos serviços existentes ou a agregação de novos sem precisar investir em equipamentos ou capacitações. É uma maneira de acelerar o ritmo tecnológico no negócio e garantir que inovações sejam experimentadas sem perda de tempo.

5. Agilidade na implantação de soluções

A adoção de estratégias, políticas de uso, ferramentas e processos é simplificada com a tecnologia cloud, porque toda a base recebe a atualização ao mesmo tempo. Com isso, o acesso de todos os colaboradores é imediato e a continuidade do negócio é assegurada de acordo com o planejamento traçado.

Os impactos do cloud computing nos resultados da empresa

Os benefícios apresentados já demonstram que essa tecnologia é importante para os resultados do negócio. Porém, há outros impactos. A tecnologia cloud potencializa tendências mundiais, como Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial (IA), machine learning, Big Data e Business Intelligence.

Perceba que todas essas iniciativas estão conectadas e maximizam os resultados da convergência. Um exemplo simples é com a IoT, que permite aos dispositivos coletar dados relevantes que são melhor gerenciados com a ajuda da nuvem.

É importante evidenciar que o armazenamento já deixou de ser o principal motivo para a escolha da computação em nuvem pelas organizações. Essa tecnologia, na realidade, representa um método mais rápido e flexível de garantir a implementação de um sistema.

Afinal, as soluções são retiradas dos mainframes e realocadas para uma infraestrutura em nuvem, que permite a realização de testes e o desenvolvimento de aplicativos. Também há uma facilidade maior de integração, medida que atinge os stakeholders com mais eficiência.

Resumindo: a cloud computing oferece vários benefícios ao mundo corporativo. Assegura transparência, inovação, colaboração e eficiência, além de facilitar o workflow. Tudo isso porque é mais do que um meio de armazenamento e compartilhamento de dados. É, na realidade, uma plataforma que permite trabalhar e transformar os dados remotamente.

O que achou dos benefícios da nuvem para o seu negócio? Conheça outras formas de aplicar essa tecnologia na sua empresa seguindo nossos perfis no Facebook e no LinkedIn!