Para grande parte das empresas que trabalham com gerenciamento de TI e desenvolvimento de sistemas, a cultura DevOps já é vista como uma das práticas mais promissoras do setor, além de uma tendência para se ficar de olho. Não à toa, especialistas preveem que o mercado de DevOps atingirá 12,85 bilhões de dólares em 2025, segundo projeção da Grand View Research.

Mas, quais os principais motivadores da adoção de DevOps no setor de desenvolvimento de sistemas? A resposta está na capacidade de unir as frentes de desenvolvimento (Dev) e operações (Ops) em projetos ágeis, estruturados e simplificados, mesmo quando inseridos em um modelo de gestão definido por regras rígidas e burocráticas. Neste modelo, é possível implementar novas maneiras de trabalhar pautadas na colaboração entre as equipes e na diversidade das atividades e dos profissionais envolvidos, ou seja, estamos falando de divisão de responsabilidades, fluxo de trabalho automatizado, aumento de produtividade e um melhor desempenho compartilhado. 

Mas, para que a implantação da cultura DevOps prospere no dia a dia, é necessário estar atento ao que está por trás deste conceito. É aí que entra o CALMS – acrônimo para:

  • Culture (Cultura): Os três pilares da cultura DevOps (comunicação, colaboração e integração)
  • Automation (Automação): Automatizar todos os processos ou o máximo possível
  • Lean (Metodologia Lean): Manter pensamento enxuto no que importa e entrega valor
  • Measurement (Mensuração): Importância de medir todas as fases e avaliar evolução e gargalos
  • Sharing (Compartilhamento): Compartilhamento de informações

Este conjunto de práticas concentra as principais diretrizes para a implementação do DevOps nas empresas, pois permite analisar a maturidade da organização para que os processos propostos sejam os mais adequados às suas estruturas internas, a fim de chegar aos melhores resultados. Ou seja, é pelo CALMS que se busca, fundamenta e define o ponto que a empresa está e quais são suas necessidades e prioridades para transformar o modelo de atuação e formar equipes multidisciplinares capacitadas.

Além disso, é sempre importante lembrar que, para que as equipes estejam prontas para embarcar nessa jornada de transformação, é necessário fundamentá-la em expertise e estratégia. Por isso, na Iteris contamos com um time certificado e uma metodologia dividida em quatro etapas para levar a cultura DevOps para o seu time, com foco em praticidade e escalabilidade. É assim que unimos processos e ferramentas para acelerar esse tipo de implantação e garantir o sucesso dos produtos da sua companhia. 

Para saber mais sobre nossas soluções para DevOps, clique aqui