A modernização de legados é um dos principais desafios de uma empresa que busca se modernizar e acompanhar as novas tecnologias predominantes no mercado. Como transferir uma tecnologia desenvolvida há algumas décadas para sistemas e software mais modernos, sem prejuízo das informações nela contidas?

Um  sistema legado pode ser definido como “um sistema de informação crítico para as operações do dia a dia, mas que pode ser baseado em tecnologias desatualizadas”. Dentro da etimologia da expressão, é possível ainda afirmar que  “à medida que as empresas atualizam ou mudam suas tecnologias, elas devem garantir a compatibilidade com sistemas antigos e formatos de dados que ainda estão em uso.”

Imagem ilustrativa

Mas quais são os principais sinais de que é necessário realizar abordagens de modernização de legado? Abaixo, listamos os principais indícios de que a modernização de legados precisa acontecer:

  • Software desatualizado;
  • Tecnologia ultrapassada;
  • Dificuldade na adição de features;
  • Redução da eficiência operacional;
  • Ausência de mobilidade;
  • Escassez de colaboradores treinados;
  • Falta de escalabilidade;
  • Inexistência de suporte;
  • Inconformidade com sistemas modernos;
  • Software hospedado em servidores físicos.
Imagem ilustrativa

Qual a importância da modernização de legados?

A modernização de legados impacta diretamente na produtividade de uma empresa, abreviando a execução de tarefas e otimizando os processos já existentes. Nesse ponto, utilizar novas tecnologias é o primeiro passo para iniciar a mudança, que deve ser embasada no mapeamento de processos e no planejamento estratégico da organização. Após a aplicação da abordagem, é possível atingir os seguintes benefícios:

  • Aumento de receita
    Com a modernização do legado, é permitido implementar novos recursos que podem contribuir diretamente para a acessibilidade de empresas a novos mercados, surgindo a possibilidade de oferecer produtos e serviços que antes não eram possíveis em decorrência dos sistemas desatualizados.
  • Custo de manutenção reduzido
    Custa caro manter um sistema que não recebe atualizações. Executando uma arquitetura de modernização de legados, há a redução exponencial de gastos com o departamento de TI, despesa que pode ser revertida na própria organização, tornando os serviços prestados ainda mais gerenciáveis e escaláveis.
  • Maior produtividade
    Ao implementar aplicações e sistemas que reduzam as demandas com clientes, backlog de novas funcionalidades e bugs, é possível permitir o foco total da equipe de TI no desenvolvimento de projetos inovadores, que diminuam custos e ainda aumentem o faturamento da empresa.
  • Experiência do cliente aprimorada
    Proporcionar melhor experiência do cliente, permitindo novos serviços e processos com uma interface mais amigável, adaptável em um ambiente multicanal e de vários dispositivos.
  • Inovação no DNA
    A modernização de sistemas legados acarreta naturalmente a celeridade na execução de tarefas, transformando a empresa em um ambiente no qual a inovação acontece naturalmente, o que, consequentemente, coloca a empresa em uma posição muito mais competitiva.
  • Maior adaptabilidade
    A decisão por adotar sistemas ágeis coloca empresas em uma posição de destaque, uma vez que as interrupções tecnológicas que acontecem em decorrências de tecnologias obsoletas são extinguidas, garantindo que as organizações permaneçam à frente da curva de software empresarial.

Na Iteris, você pode contar com uma equipe especializada pronta para ajudar sua empresa a realizar a modernização de seus sistemas legados, deixando seus sistemas muito mais ágeis e escaláveis. Com um time especializado em Managed Services podemos além de manter seu sistema, aprimorá-lo para garantir eficiência operacional, adequação para sua realidade de negócios e reduzir os custos da sua TI. Acesse o site e confira!